X

Como bombeiros e policiais podem proteger sua audição

Pessoas que respondem a emergências, como bombeiros e policiais, arriscam suas vidas todos os dias para proteger o público do perigo. Seja correndo em prédios em chamas ou perseguindo criminosos perigosos, os riscos à sua saúde e segurança são partes comuns destas profissões. No entanto, outro perigo muitas vezes negligenciado é o risco de perda auditiva. Enquanto 30 milhões de americanos são expostos a perigos auditivos todos os dias, as pessoas nessas profissões enfrentam um risco maior de perda de audição a longo prazo.

Por que eles são tão suscetíveis a danos auditivos e o que eles podem fazer para proteger sua audição?

Bombeiros

Exposição prolongada a qualquer som acima de 85 decibéis pode ser perigoso para seus ouvidos. Apesar disso, bombeiros estão regularmente expostos a ruídos acima deste limite; sirenes, buzinas e rádios de caminhões, ferramentas como serras para cortar metal e ventiladores para dissipar fumaça são apenas algumas das fontes de alto ruído que bombeiros encontram todos os dias. Uma vez que a habilidade de escutar é crucial em situações onde a fumaça pode limitar a visibilidade, audição diminuída pode também aumentar o risco de outras lesões.

Muitos departamentos de bombeiros fizeram algumas mudanças para ajudar a resolver o problema da perda auditiva, como mudar a posição das sirenes nos caminhões. Embora os bombeiros recebam proteção auditiva, a falta de uso consistente ou o uso incorreto significa que eles nem sempre são eficazes.

Policiais

A audição é essencial para o trabalho do oficial da lei, permitindo que eles detectem de onde os sons estão vindo e respondendo de acordo. No entanto, o trabalho em si pode diminuir sua audição. Os policiais se deparam com muitos dos mesmos ruídos que os bombeiros – sirenes, tráfego, sistemas de rádio – juntamente com o risco adicional de ouvir os danos provocados por armas de fogo.

E não é apenas no cumprimento do dever que os tiros podem afetar sua audição. O tempo gasto com treinamentos que envolvem armas de fogo pode ser particularmente prejudicial se as devidas precauções de cuidado auditivo não forem tomadas. Em tais treinamentos, eles normalmente recebem um par de protetores auditivos ou tampões para os ouvidos, de tamanho único que não oferecem o nível certo de proteção. Não usar proteção auditiva adequada durante os treinamentos pode ser uma das razões pelas quais os policiais enfrentam uma probabilidade maior de desenvolver perda auditiva induzida por ruído. De acordo com um estudo, foi descoberto que 34,2% dos policiais têm perda auditiva, em comparação com cerca de 15% dos adultos americanos em geral.

Focando na saúde auditiva

Dada a probabilidade de bombeiros estarem expostos a níveis perigosos de ruído, é importante que os departamentos de bombeiro e polícia, e os próprios indivíduos, sejam proativos em relação à segurança auditiva. Isso significa educar os funcionários sobre os perigos da perda auditiva e o que eles podem fazer durante todo o dia de trabalho para proteger sua audição mesmo nas situações mais críticas.

Pode ser irreal que os bombeiros e policiais usem proteção auditiva o tempo todo, especialmente nas situações de emergência de alta pressão que enfrentam. No entanto, como a perda auditiva é cumulativa e se desenvolve ao longo do tempo, minimizar os momentos de exposição a níveis inseguros de ruído pode ajudar significativamente. Com a devida orientação e proteção auditiva personalizada, os bombeiros e policiais podem proteger sua audição à medida que continuam a tornar o mundo, um lugar mais seguro.