X

Ouvir um estalo no avião: Devo me preocupar?



Se você já esteve em um avião, você sabe o que acontece logo depois da decolagem: sua cabeça parece ficar entupida, você sente uma dor aguda nos ouvidos, a pressão se acumula e, eventualmente, seus ouvidos “estalam” depois de ficarem tampados pela mudança da pressão. Esse “estalo” fará com que você se sinta melhor – até o avião começar a pousar e acontecer de novo. Se os seus planos de férias neste verão envolvem viagens de avião, você pode estar se perguntando por que isso acontece.

Ouvidos sob pressão

O “pop” produzido pelo ouvido é resultado de um pequeno canal em cada orelha chamado de Trompa de Eustáquio, que conecta a orelha média à parte de trás da garganta. As Trompas de Eustáquio mantêm a pressão da orelha média em equilíbrio com a pressão de fora do seu corpo, permitindo que o ar passe pela orelha interna. No entanto, quando a pressão externa muda rapidamente, como quando você está em um avião, mergulhando em uma piscina ou subindo uma montanha, as Trompas podem se esforçar para se ajustar à mudança repentina e, assim, ficarem bloqueadas.

Quando a pressão na sua cabeça é maior do que a pressão externa, como acontece quando um avião decola, o tímpano se expande para fora. O oposto acontece ao aterrissar – a pressão externa é maior que a do ouvido, fazendo com que o tímpano inche para dentro. Durante esses momentos, é provável que você tenha esse sentimento de estar entupido e com dor nos ouvidos. Como os tímpanos inchados são incapazes de funcionar adequadamente, você pode não ouvir bem durante esse tempo.

A sensação de ouvir um estalo é o resultado da reabertura das Trompas de Eustáquio, equalizando a pressão e ajudando você a se sentir confortável e ouvir normalmente de novo. Então, o que você pode fazer para seus ouvidos abrirem mais rápido para evitar a dor?

Minimizando o desconforto com o estalo

A chave para destampar os ouvidos é estimular os músculos na parte de trás da garganta que controlam as Trompas de Eustáquio. Bocejar ou engolir vai te ajudar com isso. Se você não conseguir bocejar sem estímulos, leve um pouco de chiclete ou balas, o que o levará a engolir com mais frequência.

A dor de ouvido associada a mudanças na pressão pode ser pior para crianças e bebês. Como as Trompas de Eustáquio são mais curtas, estreitas e mais horizontais que os de um adulto, pode ser mais difícil para eles igualar a pressão. Para ajudar seus pequeninos a lidar, você pode dar pirulitos para crianças maiores ou fazê-las beber com canudinho durante a decolagem e o pouso. Enquanto isso, dar uma mamadeira ou chupeta aos bebês durante esses momentos estimulará a ingestão para aliviar a pressão.

Alguns viajantes podem usar um descongestionante ou spray nasal antes da decolagem e da descida, o que pode ajudar a reduzir o inchaço e facilitar a abertura dos ouvidos.

Audição segura enquanto viaja

Em raras situações, se você não conseguir desbloquear as Trompas de Eustáquio e nunca chegar ao estalo, você pode acabar com fluido no ouvido. Isso pode resultar em uma infecção ou perfuração do tímpano, o que pode levar à perda auditiva.

No entanto, para a maioria das pessoas, o acúmulo de pressão e o estalo resultante são ocorrências normais ao voar, e os efeitos desaparecem pouco depois que você volta ao nível do solo. Assim, você pode desfrutar de viagens aéreas, sabendo que você pode ver todas as vistas e ouvir todos os sons do seu destino de férias.