X

O espectro sonoro: sons que você não sabia que prejudicam sua audição

Ouvir é uma parte importante do dia a dia, ainda que muitas pessoas não percebam quando prejudicam seus ouvidos. As causas da perda auditiva incluem infecções, envelhecimento e danos cerebrais, mas a causa mais comum é a exposição ao ruído. A Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR) pode se desenvolver após um acontecimento envolvendo exposição extrema ao ruído ou depois de se manter ouvindo sons muito altos durante algum tempo. Todos temos minúsculas células ciliadas no ouvido interno (cóclea) que vibram e enviam um sinal elétrico para o nervo auditivo, permitindo que você ouça. Diferentes grupos de células ciliadas interpretam diferentes frequências sonoras. Com o tempo, se um número suficiente destas células ciliadas estiver danificado ou quebrado, haverá perda de audição.

Sons que prejudicam sua audição

Um ouvido normal e saudável é capaz de ouvir frequências que variam de 20 a 20.000 Hz. No entanto, alguns sons podem causar perda auditiva permanente ou de longo prazo, instantaneamente ou após uma escuta prolongada. O som é medido em decibéis (representado como “dB”). Uma conversa normalmente ocorre em torno de 60 dB, o que não é alto o suficiente para causar danos. Um show normal de rock tem uma média de 120 dB, o que significa que danos auditivos podem ocorrer após os primeiros 15 minutos. Simplificando, quanto menor o volume, mais tempo você pode ouvir sem danos; quanto maior o volume, menor o tempo necessário para que ocorram danos auditivos. Aqui estão os intervalos de sons que você provavelmente não sabia que poderiam afetar sua audição:

85 – 100 dB (Demora 6 a 8 horas para causar danos)

  • Trafégo pesado
  • Ar condicionado de janela (perto de você)
  • Bar barulhento
  • Secador de cabelo
  • Motocicleta
  • Brinquedo de apertar (perto da orelha)
  • Vagão do metrô (passando)
  • Música no volume máximo

110 – 180 dB (Demora de um a 30 minutos antes de causar dano, dependendo do nível)

  • Show de rock (se localizado perto de alto-falantes)
  • Trovão
  • Sirene de veículo de emergência
  • Estouro de balão (perto da orelha)
  • Multidão em estádio
  • Fogos de artifício
  • Airbag de segurança
  • Avião a jato decolando

Como prevenir sons que te prejudicam

A maneira mais simples de evitar o desenvolvimento de perda auditiva é prestar atenção ao volume do som aonde quer que você vá. Ouvir níveis abaixo de 85 dB pode ajudá-lo a preservar sua audição. Se um som estiver muito alto, não fique por perto o tempo suficiente para causar danos. Em caso de dúvida, você sempre poderá usar uma proteção auditiva. Para manter sua audição saudável, é aconselhável planejar uma consulta com seu fonoaudiólogo, porque você não vai querer perder a alegria do som.